Oxidoc: Boca suja
nov 28, 2018

Compartilhar

Assine o Oxigênio

Um jogo de futebol, uma sessão no Congresso, um semáforo fechado, um ponto de ônibus. Tudo parece normal quando, de repente: insulto! Sai de uma(s) boca(s) algo que não deveria sair. Um furo na atmosfera dos bons modos. O Oxidoc Boca suja fala sobre o insulto. O que ele é, como opera, como circula pela cidade, o que tem a ver com o ódio e o que tem a ver com o tempo em que vivemos.

Para Marcos Barbai, pesquisador do Laboratório de Estudos Urbanos (Labeurb) da Unicamp, o insulto é “um asco de linguagem”. E justamente por isso ele se interessou por pesquisar esse assunto. “O meu grande lugar de pesquisa e de interrogação com a cidade e a linguagem é a lata do lixo. Eu gosto de olhar para os restos, tudo aquilo que a gente descarta e bota pra fora”, ele diz.

Para a psicanalista Ana Laura Prates, atualmente pesquisadora-colaboradora do Labeurb, o insulto tem uma relação íntima com o ódio. “A palavra que insulta é a que tem a capacidade de aniquilar, de subordinar o outro ao seu modo de vida, aos seus critérios e às suas normas, não levando em conta a diferença do outro”, ela comenta.

Marcos Barbai e Ana Laura Prates são os entrevistados deste programa. Contamos, ainda, com relatos enviados por diferentes pessoas que passaram por situações envolvendo insultos, seja na posição de insultado ou insultador. O episódio foi produzido e editado por Beatriz Guimarães, com apoio técnico de Octávio Augusto (da Rádio Unicamp) na gravação.

O radiodocumentário faz parte do projeto Narrando ciências, linguagens e comunicações, que tem o objetivo de divulgar as pesquisas do Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo (Labjor) e do Laboratório de Estudos Urbanos (Labeurb). Os dois laboratórios fazem parte do Núcleo de Desenvolvimento da Criatividade (Nudecri) da Unicamp. O projeto é financiado pela FAPESP, por meio do programa Mídia Ciência.

 

Créditos de trilha sonora:

Investigations by Kevin MacLeod is licensed under a Creative Commons Attribution license (https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/)

Source: http://incompetech.com/music/royalty-free/index.html?isrc=USUAN1100646

Artist: http://incompetech.com/

 

Danse Macabre – Isolated Harp by Kevin MacLeod is licensed under a Creative Commons Attribution license (https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/)

Source: http://freepd.com/Classical/Danse%20Macabre%20-%20Isolated%20Harp

Artist: http://incompetech.com/

 

Percussion groove (Blip&Conga) by Roxxom is licensed under a Creative Commons Attribution license (https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/)

Source: https://freesound.org/people/roxxom/sounds/331433/

Veja também

#94 – Temático: Esperando Betelgeuse

#94 – Temático: Esperando Betelgeuse

Neste programa contamos a história da estrela Betelgeuse que, no final de 2019, passou a apresentar um comportamento estranho, o que levou muita gente a acreditar que estava prestes a testemunhar um evento único. E astrônomos que estudam a estrela mais de perto...

Especial Semana Acadêmicos Indígenas da Unicamp

Especial Semana Acadêmicos Indígenas da Unicamp

No episódio passado, o Oxigênio tratou da questão indígena no país, enfocando alguns avanços e muitos retrocessos. Entre os avanços, apontamos a realização do primeiro vestibular indígena realizado pela Unicamp, que trouxe para a universidade um grupo de 72 indígenas...

Oxidoc: Pelas ruas, pelas telinhas

Oxidoc: Pelas ruas, pelas telinhas

Cristiane Dias é pesquisadora do Laboratório de Estudos Urbanos (Labeurb) da Unicamp. Para ela, a linguagem, a cidade e a tecnologia formam um casamento perfeito. E atualmente ela coordena um projeto que nasce justamente desse casamento. Trata-se de um aplicativo em...

Especial Mulheres e meninas na ciência

Especial Mulheres e meninas na ciência

Dia 11 de fevereiro é o dia mundial das mulheres e meninas na ciência. Considerando que menos de 30% das pesquisadoras do mundo são mulheres, a data é extremamente importante para refletirmos sobre os avanços conquistados pelas mulheres nos últimos anos e também sobre...

Oxidoc: Nós em redes

Oxidoc: Nós em redes

  Rede. Substantivo feminino. Entrelaçamento de fibras ligadas por nós. Comunitário(a). Adjetivo. Qualidade daquilo que é comum a várias pessoas. Ação realizada por quem vive no mesmo território e/ou compartilha dos mesmos interesses. Rede comunitária....

Oxidoc: Dados em jogo

Oxidoc: Dados em jogo

Em 28 de setembro de 2018, dia em que o roteiro deste Oxidoc começou a ser escrito, os jornais anunciavam que um ataque hacker teria atingido 50 milhões de usuários do Facebook. Boa parte dessas pessoas ficou apavorada ao saber que seus dados pessoais e suas conversas...