#73 Temático: Vida de laboratório – parte 02
jun 3, 2019

Compartilhar

Assine o Oxigênio

Este episódio do Oxigênio, Vida de Laboratório foi dividido em duas partes, porque havia muitas experiências para mostrar. Na parte 1, o Gustavo Burín contou um pouco sobre a rotina em um laboratório de macroecologia e macroevolução, no Instituto de Biociências da USP, e os professores Alexandre Falcão e Jancarlo Gomes falaram sobre o laboratório multidisciplinar que une saúde pública e computação, que fica na Unicamp.

E nesta segunda parte, os laboratórios abordados fogem ainda mais do estereótipo do laboratório, aquele com bancada, muita vidraria e pesquisadores de jaleco branco e óculos protetores, desses laboratórios de experiências físicas e químicas.

Aqui o ouvinte vai conhecer um pouco de como são os laboratórios da paleontologia, mais especificamente de Paleohidrologia, a partir da fala da paleontóloga Frésia Ricardi-Branco, professora do Instituto de Geociências da Unicamp.

Vamos ouvir também a experiência do João Roberto Bort, do Centro de Pesquisa em Etnologia Indígena da Unicamp, que é antropólogo e vem estudando indígenas da etnia Xukuru-Kariri e considera seu próprio corpo parte do laboratório.

Por último, a Júlia Veras, da Universidade Federal de Ouro Preto, que é formada em Artes Cênicas e pesquisa direção teatral vai contar como ela foi descobrindo diferentes laboratórios possíveis para a área de interpretação e direção teatral.

O tema é muito vasto, caberiam muitas outras partes, mas essas experiências já dão o tom da diversidade que se tem no meio acadêmico. Pesquisas em diversos campos, que se conversam, e se tocam para seguir adiante.

O episódio foi apresentado por Paula Penedo e Bruno Moraes. A produção do roteiro foi feita por Luanne Caires, Camila Cunha, Paula Penedo e Priscila Ferreira, com coordenação da professora Simone Pallone, do Labjor. Nos trabalhos técnicos, Octávio Augusto, da Rádio Unicamp, e Gustavo Campos.

Deixe seu comentário contando o que achou do episódio. Você pode mandar sugestões também pelo Twitter (@oxigenio_news), Instagram (@oxigeniopodcast) e Facebook (/oxigenionoticias). Se preferir, mande um e-mail para oxigenionoticias@gmail.com.

 

Crédito das trilhas sonoras:

Like a Polaroid de Spazz Cardigan

Synergy de Geographer

Future Proof de South London HiFi

Crédito da imagem:

Pixabay

Veja também

#157 – Velhices digitais

#157 – Velhices digitais

Em entrevista para a Mayra Trinca, Cíntia Liesenberg, conta um pouco sobre o que encontrou em sua pesquisa sobre a relação dos idosos com o mundo digital que aparece em matérias da revista Longeviver. 

# 156 – “Morreu de velho não existe”

# 156 – “Morreu de velho não existe”

O episódio #156 trata dos processos do envelhecimento, que a velhice é muito heterogênea no Brasil, e que as condições de vida influenciam muito em como a velhice vai ser experienciada por cada pessoa dependendo de sua condição socioeconômica. E que a idade pode trazer novas e boas experiências, novas atitudes em relação à vida e aos relacionamentos.

#151 – Dicionários temáticos: significados além das palavras

#151 – Dicionários temáticos: significados além das palavras

O episódio trata do papel de dois dicionários temáticos na divulgação ciência, promoção de debates e estímulo ao conhecimento. O Oxigênio entrevistou José Luiz Ratton, um dos organizadores do “Dicionário dos Negacionismos no Brasil”, e Sônia Corrêa e Rodrigo Borba, ambos da Universidade Federal do Rio de Janeiro, responsáveis pelo dicionário “Termos Ambíguos do Debate Político Atual”. Os verbetes dos dois dicionários foram produzidos por especialistas em diferentes áreas.

#148 – Como você se desloca na sua cidade?

#148 – Como você se desloca na sua cidade?

O deslocamento das pessoas pelos centros urbanos é sempre uma preocupação, não só para os cidadãos, mas para o poder público, que deve fornecer o melhor tipo de transporte para a população, sejam os ônibus, trens, metrô. Neste último episódio da série Cidades, o...