#75 Temático: Goles de Ciência: O Esquenta
ago 8, 2019

Compartilhar

Assine o Oxigênio

Cientistas falando sobre ciência em um bar, fazendo piadas e lançando desafios para a plateia?! Parece um tanto inusitado, mas essa iniciativa de levar a ciência para as ruas e bares tem se tornado cada vez mais pulsante. Começamos a nossa série “Goles de Ciência” com o episódio “O Esquenta”.

Neste episódio, vamos conhecer a história do Pint of Science, criado em 2013, na Inglaterra, pelos pós-doutorandos do Imperial College de Londres Praveen Paul e Michael Motskin. A ideia de encorajar cientistas a saírem de seus laboratórios para falarem sobre suas pesquisas em pubs foi tão bem sucedida, que o projeto logo expandiu para outros 22 países e chegou no Brasil em 2015. Desde então, o número de cidades que organizam o evento vem crescendo no país. Em 2019, 85 cidades brasileiras participaram do Pint of Science. Em Campinas, a chegada do festival foi embalada pela energia do casal Rafael Bento e Isabela Schirato, que mantém um projeto parecido, o Chopp Com Ciência. Esses eventos vêm consolidando o cenário científico e cultural Brasil afora.

O que você acha de falar de ciência em bar?

Fale com a gente! Deixe seu comentário aqui ou também nas nossas mídias sociais: Twitter (@oxigenio_news), Instagram (@oxigeniopodcast) ou Facebook (oxigenionoticias). Se preferir, envie um e-mail para oxigenionoticias@gmail.com.

O roteiro e a apresentação do episódio foram feitas por Bruno Moraes, Camila Cunha e Natália Flores. Os trabalhos têm a coordenação de Simone Pallone, do Labjor. Nos trabalhos técnicos, Octávio Augusto e Jeverson Barbieri, da Rádio Unicamp, e Gustavo Campos. Social mídia por Helena Ansani. 

Crédito das trilhas e efeitos sonoros:

“Move Up to the Mountains” de Aaron Lieberman 

“Animaux Obscènes” de Dan Bodan

“Cat Circus” de Doug Maxwell 

“Pyxis” de Home

“Bergerette” tocado por Zebu Trifásico

“Tiger Roar” de lauramellis, disponível em freesound.org

“Police2” de guitarguy1985, disponível em freesound.org

 

Crédito de imagem:

alcohol-beer-beverage-1161466.jpg” de rawpixel.com, disponível em Pexel.

Veja também

#157 – Velhices digitais

#157 – Velhices digitais

Em entrevista para a Mayra Trinca, Cíntia Liesenberg, conta um pouco sobre o que encontrou em sua pesquisa sobre a relação dos idosos com o mundo digital que aparece em matérias da revista Longeviver. 

# 156 – “Morreu de velho não existe”

# 156 – “Morreu de velho não existe”

O episódio #156 trata dos processos do envelhecimento, que a velhice é muito heterogênea no Brasil, e que as condições de vida influenciam muito em como a velhice vai ser experienciada por cada pessoa dependendo de sua condição socioeconômica. E que a idade pode trazer novas e boas experiências, novas atitudes em relação à vida e aos relacionamentos.

#151 – Dicionários temáticos: significados além das palavras

#151 – Dicionários temáticos: significados além das palavras

O episódio trata do papel de dois dicionários temáticos na divulgação ciência, promoção de debates e estímulo ao conhecimento. O Oxigênio entrevistou José Luiz Ratton, um dos organizadores do “Dicionário dos Negacionismos no Brasil”, e Sônia Corrêa e Rodrigo Borba, ambos da Universidade Federal do Rio de Janeiro, responsáveis pelo dicionário “Termos Ambíguos do Debate Político Atual”. Os verbetes dos dois dicionários foram produzidos por especialistas em diferentes áreas.

#148 – Como você se desloca na sua cidade?

#148 – Como você se desloca na sua cidade?

O deslocamento das pessoas pelos centros urbanos é sempre uma preocupação, não só para os cidadãos, mas para o poder público, que deve fornecer o melhor tipo de transporte para a população, sejam os ônibus, trens, metrô. Neste último episódio da série Cidades, o...

#147 – Veredas do Tietê

#147 – Veredas do Tietê

O episódio #147 trata de histórias e curiosidades do Tietê, esse importante rio que corta praticamente todo o estado de São Paulo e que tem uma presença marcante na capital paulista. Um rio que já serviu para nado, competições de remo, pesca, navegação, extração de pedras e areia para construção, esgoto, que é muito lembrado pela poluição, mas que em determinados trechos é limpo e ainda tem uso recreativo.